https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

O amor é ridículo

 
O amor é ridículo,
mas se não fosse ridículo
não era amor.
é dor
é sentimento
é momento.

O amor é estúpido
nas suas formas,
sem normas
sem noção.

Insensatez dos corpos
que se apaixonam,
nudez
de almas
que se emocionam.

Amor não sabe de si
nem de quem,
são erros
e estratégias
desgostos
e tragédias.

Mas ainda acho o amor ridículo
estúpido
e sem noção da razão
de ser amor
o que se sente,
amor é bonito
mas também mente
com todos os dentes
de uma boca.



Nascimento

 
Autor
T.Nascimento
 
Texto
Data
Leituras
589
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
16 pontos
2
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 23/09/2014 20:57  Atualizado: 23/09/2014 20:57
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16132
 Re: O amor é ridículo
Amigo Poeta
Bela reflexão! Como pode esse amor ridículo ser tão leviano e mentiroso? Eu me identifiquei! Adorei!
Beijos!
Janna

Enviado por Tópico
HelderOliveira
Publicado: 24/09/2014 16:35  Atualizado: 24/09/2014 16:37
Da casa!
Usuário desde: 09/02/2014
Localidade: Angola
Mensagens: 310
 Re: O amor é ridículo
Alô T.Nascimento:

Fernando Pessoa, o célebre poeta português, era mais ou menos da sua opinião. Com efeito, ele disse num dos seus famosos poemas:

"Todas as cartas de amor são ridículas;
Não seriam cartas de amor se não fossem ridículas..."

Esta bela passsgem do seu poema,

"Amor não sabe de si
nem de quem,
são erros
e estratégias
desgostos
e tragédias."

reporta-me ao grande Luís de Camões quando disse:

"Amor...
é um contentamento descontente,
é dor que desatina sem doer,
é ferida que dói e não se sente..."

Um abraço T. Nascimento, pelo interessante poema.

Helder Oliveira