https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

PANORAMA INQUIETANTE

 


Junto com o vento que oriunda da serra distante,
Ouve-se o gorjeio de aves raras e as mas conhecidas,
E com ao arrebol do céu vermelho chega-se nuvens,
E o inconsciente faz um deslumbre no transeunte.

Vejo um panorama inquietante de intenso charme,
Pois lindas mulheres se identificam com a natureza,
E em meio à arbustos umedecem com o borrifado,
Dando as suas peles belo frescor de teor invejado.

Como são viçosas as mulheres ao frescor da idade,
Nada lhes perturbam em demandas de má saúde,
Esbanjam em seus viços, e até prestam caridades.

Num ar espontâneo em contingência da vida vista,
Faz-se as escolhas depois o tempo é quem avalia,
Mais o fato é, que neste circo somos equilibristas.



Enviado por Miguel Jacó em 01/10/2014
Código do texto: T4983145
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Miguel Jacó

 
Autor
Migueljaco
 
Texto
Data
Leituras
575
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Maryjun
Publicado: 10/10/2014 02:18  Atualizado: 10/10/2014 02:18
Membro de honra
Usuário desde: 30/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 6404
 Re: PANORAMA INQUIETANTE
Olá Miguel,

Parabéns!

Mais um belíssimo soneto.

Abraços,
Mary Jun

Enviado por Tópico
ManoelDeAlmeida
Publicado: 10/10/2014 09:50  Atualizado: 10/10/2014 09:50
Colaborador
Usuário desde: 30/05/2011
Localidade: Campo Grande/MS - Brasil
Mensagens: 835
 Re: PANORAMA INQUIETANTE
Parece que eu lírico vive num ambiente onde belas e jovens mulheres desfilam suas belezas e que elas vivem casos de amor que depois o tempo dirá em que vai dar /Mas o fato é que neste circo somos equilibristas./ Belo poema.