https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Ebanos

 
No cerne do corpo o vírus passeia, a febre seca, o esvair da água. A confusão na mente, sem pressa a luta finda. Não nos dizem, os fazedores de destinos os defeitos de suas obras, como dar ao inocente uma morte tão óbvia pra sua vida sofrida. Esse sim, o vírus, que se sobrepõe a tantos outros, expõe ao mundo nossa miséria. Jogam-nos em aterros, nos descartam finalmente. Nossa existência só foi pra nós, para eles só fomos parte da fauna infinita dos seus preconceitos.


,,,mas Deus gosta de ser assim também, na forma de Eu!

 
Autor
joakencor
Autor
 
Texto
Data
Leituras
507
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
2
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 18/10/2014 19:09  Atualizado: 18/10/2014 19:09
 Re: Ebanos
é por isso que existem os anti corpos e anti vírus para q a luta seja travada e vencida, sua inspirações poética tem um sentimento de entrega muito triste, mas mesmo assim bonito.

Enviado por Tópico
Dragonfly
Publicado: 21/10/2014 20:31  Atualizado: 21/10/2014 20:33
Super Participativo
Usuário desde: 05/09/2014
Localidade:
Mensagens: 134
 Re: Ebanos
Creio que de tempos em tempos, nossa des-humanidade torna real, em forma viral, pensamentos mundiais, que nos permite, ou nos mostra que "um" é responsável pelo todo, imagine, se o "todo", tiver consciência então que deveríamos ser mais "humanos"...linda e triste visão poeta, do presente momento...