https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Infantis : 

Os insetos

 
Tags:  para os meus netos  
 



O pirilampo voa no campo
Ilumina o mato e o espaço,
A formiga sai na corrida
Carrega a comida para sua amiga.

O grilo vai dando trilo por onde passa
Vai dando festa Com alegria e muita graça,
O gafanhoto, com suas pernas compridas
Despidas de pelo, é um animal voraz,
É capaz de um só tempo comer tudo
E voar para comer muito mais.

A borboleta, a borboletar na mata,
Vai a cata da outra igual, o seu circulo vital,
Animal de seis patas, quando nasce,
nasce com muitas patas, a lagarta,
com muita fome sai de galho em galho na árvore
e consome uma grande quantidade de folha
e na sua fome constante, sem escolha, ela destroe desmata

A louvadeus, a cruel, come rã como papel,
Sem muitas dificuldade rapa os ossos com voracidade,
Mas, vou lembrar-lhe da abelha que, com muita responsabilidade,
Com sentido de organização, faz uma boa ação, fabrica o gostoso favo de mel.


Chicão de Bodocongó
Campina Grande, 5 de setembro de 2004
Às 11h26min



Chicão de Bodocongó foi a melhor maneira de homenagear o bairro que moro a trinta anos na cidade de Campina Grande ( Bodocongó ), Paraíba. O meu nome é Francisco de Assis que é acompanhado pelo sobrenome Cunha Metri e faz pouco dias que venho publican...

 
Autor
ChicãodeBodocongó
 
Texto
Data
Leituras
395
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.