https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

QUASE TUDO...

 
DE QUASE TUDO..

Como gota já toda orvalhada
Meus olhos já te consomem
Parques verdes destas matas
Toda viagem muitas metades

Do tudo quase nada se fora
Intervalo ao lado de dentro
Paisagem de toda suavidade
Sentindo e vendo teu querer

Oscilam desejos que razões
Haveriam de ter os corações
Nada digas nas evidências
Tiradas do interior da alma

Já vai o tempo e tudo vem
Jorrando águas todos leitos
Ausente nunca mais estarás
Que sou toda teu pensamento...

Luiza De Marillac Bessa Luna Michel


Luiza De Marillac Bessa Luna Michel

 
Autor
Lumarillac
 
Texto
Data
Leituras
678
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 10/12/2014 13:21  Atualizado: 10/12/2014 13:21
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 10200
 Re: QUASE TUDO...
Bom dia Luiza, sua personagem já se imagina parte permanente do imaginário do seu desejado amor, parabéns pelo contundente poema, um abraço, MJ.