https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

Magnitude.

 
Tags:  alma    luz    lama  
 

Rico és tu ser de luz.
Que exaltas o ser humano.
Independente de raça, cor,
nível cultural e econômico.
Na tua sensibilidade vês além de suas vestes
E com os olhos da alma observas a essência deste ser.
Enquanto que:
Pobre és tu espírito sem luz.
Ser desprezível que julgas ser superior a todos.
Soberbo.
Maltratas, difamas,repudias, fazes pouco caso,
daqueles que julgas ser inferior a ti.
Com isso constróis um mar de lama
Que um dia pode sujar teus pés.


Open in new window


 
Autor
Iolanda Brazão
 
Texto
Data
Leituras
857
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.