https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

não calado e não consente ou hesitações sim de um amor silencioso

 


como um passo
que fica por dar

um pensamento
calado
jazente
sem sentidos

ainda
sem encontrar

as palavras
(que afinal)
o vão apresentar

eu
mero mortal
(por um acaso)
vivente

declaro (silente)
sim
(e é o caso)
que te amei

(mas assim…
sim…

não
não me calei!)

 
Autor
uersus
Autor
 
Texto
Data
Leituras
729
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
42 pontos
6
6
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 02/02/2015 01:42  Atualizado: 02/02/2015 01:43
 Re: não calado e não consente ou hesitações sim de um amo...
Um canto que encanta.

Abraços


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 02/02/2015 11:58  Atualizado: 02/02/2015 11:58
 Re: não calado e não consente ou hesitações sim de um amo...
*sempre bom deparar com teus versos, versus...
Tua maestria com as palavras confere significados instigantes.
Gosto muito.
Beijoka*


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 03/02/2015 02:30  Atualizado: 03/02/2015 02:30
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: não calado e não consente ou hesitações sim de um amo...
e o poema nos cala e vai além. obrigada sempre. bjs