https://www.poetris.com/
 
Trovas : 

TEU REPENTE ME ALUCINA

 

Teu repente me alucina,
Me leva a ter o desejo,
Quero te ver na esquina,
Saborear o teu beijo.

Esta vida é frustrante,
Só o amor nos arrefece,
Mas fenece no instante,
Que nossa alma padece.

A reforma da república,
Deve ser a incineração,
Pra começar nova nação,
Sem estes filhos das putas.

Ou carinha mais safada,
Quero beijar tua boca,
Te falar dos meus desejos,
Tu tens me deixado louco.

Vou brindar tua bondade,
Com um copo deste vinho,
Tirar minha castidade,
Quero te amar sozinho.

Minha fé esta minguada,
As relações são perversas,
Se fazem muitas promessas,
Nossa alma é devassa.

A fé nos refaz caminhos,
Fecha portas mal feitoras,
Trás a vida promissora,
Se tens sede definida.

Um passarinho mimoso,
De bom goste certamente,
Pois pousar em tua área,
É viver intensamente.

Neste caso me recuso,
A pedir mulher ao ponto,
Prefiro ela ainda crua,
E dispenso os afrontas.

Cada beijo que me mandas,
Acende a minha libido,
Eu quero ser teu marido,
Te amar suprindo demandas.



Enviado por Miguel Jacó em 14/02/2015
Reeditado em 14/02/2015
Código do texto: T5137026
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Miguel Jacó

 
Autor
Migueljaco
 
Texto
Data
Leituras
638
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
17 pontos
4
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Eureka
Publicado: 14/02/2015 13:20  Atualizado: 14/02/2015 13:20
Colaborador
Usuário desde: 02/10/2011
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4239
 Re: TEU REPENTE ME ALUCINA
Olá Miguel

Se perdendo pelo amor carnal em defesa da sanidade mental, acredito que alguns precisem, para levar essa vida replecta de loucas desmandas socio politicas.

Parabéns pelo poema firme de concretas libertinagens, radicalizadas pela "politicagem praticada no egoísmo da defesa dos interesses de poucos".

Não mando mais beijos, envio um abraço amigo, que o Miguel já escreveu aqui hoje: " Cada beijo que me mandas,
Acende a minha libido,..." rsssssssssss Lol

Fora de brincadeiras, é um bom poema.

feliz carnaval e bom fim de semana Miguel

Eureka

Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 14/02/2015 18:03  Atualizado: 14/02/2015 18:03
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8696
 Re: TEU REPENTE ME ALUCINA
Uiaa...também, assim como Eureka, não deixo beijinhos pra ti Miguel, vai que....ahhahahahahhaha


Sabes o quanto gosto dos teus poemas. Inteligentes, e sensuais. Dá gosto de ler.

Bei....ou melhor, Abraços!! rsrsrsr

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 15/02/2015 23:35  Atualizado: 15/02/2015 23:35
 Re: TEU REPENTE ME ALUCINA
Um show poeta, que máximo!

Enviado por Tópico
UMA MULHER UM POEMA
Publicado: 16/02/2015 16:25  Atualizado: 16/02/2015 16:25
Colaborador
Usuário desde: 26/04/2006
Localidade: São Paulo/SP
Mensagens: 2932
 Re: TEU REPENTE ME ALUCINA
Olá Miguel!

Tuas trovas sempre tão fascinantes!

Parabéns pelo brilhante talento!

Abraço com meu carinho.