https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

A tua ausência = uma noite interminável sem luzeiros celestes [ na terra e no céu ]

 
Tags:  luz  
 
Open in new window



Teus passos como as estrelas
Tuas letras como os astros
Tua alma como o espaço
Tua poesia como o céu estrelado.
E nos traços do caminho
O brilho é o teu rasto
Umas vezes escrito
Outras
Descosido nos lábios…

No entanto
Vestiste a neblina do silêncio
Deixando de ser
A aurora no raiano dos olhos
O horizonte de pijama
A noite sorridente
A alma bramante em suaves passos
O íntimo colado aos dedos
Nos avessos emigrados
Da pele

Diz me o que faço?
Com todas as palavras vastas
Todas as vistas inauguradas
Todos os sonhos desguarnecidos
Se deixaste a escuridão do céu
No nu do chão
E um vazio
Com dimensão do teu coração
No holocausto do peito
No rescaldo de uma paixão



Open in new window




 
Autor
Catópode
 
Texto
Data
Leituras
1997
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
18 pontos
4
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 28/02/2015 17:41  Atualizado: 28/02/2015 17:41
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 17344
 Re: A tua ausência = uma noite interminável sem luzeiros ...
Parabéns Poeta
Belíssimo poema! Beijos!
Janna


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 28/02/2015 19:16  Atualizado: 28/02/2015 19:16
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29490
 Re: A tua ausência = uma noite interminável sem luzeiros ...
Sentimentos que chora um vazio que penetra nos sentidos de uma alma.

um poema sentimentam