https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

mensagem pra clarissa

 
clarissa,
tenho saudades de seus afagos
e de seus beijos.
afagos e beijos
que não provei.

tenho saudades
clarissa,
de seus anseios inzoneiros
que alimentaram
meus desejos
os mesmos que nunca tive.

tenho saudades,
de gritar seu nome
na madrugada em névoa,
coisa que nunca topei:
clarissa! ôôô clarissa!

tenho anseios
clarissa
de em amores te possuir,
pra viver de ti
mas os dias
não mo permitem mais
sonhar com premissas.

tenho necessidade
de aplacar a fúria,
clarissa,
a fúria
da noite fria
em que me senti
ausente,
de seus braços de viço
os mesmos braços
que nunca senti!

tenho receios,
de acordar no vácuo
de sua ausência,
clarissa,
ausência
que sempre esteve aqui!

tenho ânsias
e vertigens,
clarissa,
tenho sede de desejos,
os mesmos
que me dominam
num efeito vacilante
de te amar, e sorrir!

tenho a noite escura
sem sua presença,
clarissa,
e o caminhar
perdido de seus braços ausentes.
os mesmos braços
que nunca foram meus!

faço versos por pirraça,
clarissa,
por um amor insentido;
por desejos incontidos
pelos beijos
que nunca te dei.

tenho saudades, clarissa,
do tempo que desamei!
da caminhada que nunca fiz
dos caminhos
que nunca percorri
e do amor
que nunca vivi!
...e dos lugares que eu não passei


Leia de Wagner M. Martins

FALA, FILHO DA MÃE!!! - Capa Paulo Vieira

UM BICHINHO À TOA. - Capa: Camilinho

Participação:

Livro OLHA PROCÊ VÊ! de Elias Rodrigues de Oliveira

No prelo:

UM INTRUSO NO QUINTAL

 
Autor
wagner
Autor
 
Texto
Data
Leituras
510
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.