https://www.poetris.com/
 
Rondel : 

A MINHA TARDE.

 
Nos afetos, o que se promete no auge do querer, não se sustenta no pico das discórdias.
MJ.

A minha tarde neste meu quarto solitário,
Foi Recenseada pelo canto de uma rolinha,
Que em meu quintal se fazia tão despojada,
Dando a entender que não era nada minha.

De vez enquanto eu dava minha cochilada,
E acordava por qual razão tu me adivinhas
A minha tarde neste meu quarto solitário,
Foi Recenseada pelo canto de uma rolinha.

Andei sonhando com uma ilha encantada,
Mas sua beleza era bem parca e mesquinha,
Tive um insite de encontrar uma namorada,
E nada disto confirmou-se foi bem lendário,
A minha tarde neste meu quarto solitário.


Enviado por Miguel Jacó em 07/04/2015
Código do texto: T5198254
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Miguel Jacó

 
Autor
Migueljaco
 
Texto
Data
Leituras
1224
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
47 pontos
5
9
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/04/2015 20:17  Atualizado: 07/04/2015 20:17
 Re: A MINHA TARDE.
Esse canto da rolinha
E tu no canto de seu quarto
passou-me tranquilidade,
beleza e solidão
Abraço amigo

Enviado por Tópico
UMA MULHER UM POEMA
Publicado: 08/04/2015 20:21  Atualizado: 08/04/2015 20:21
Colaborador
Usuário desde: 26/04/2006
Localidade: São Paulo/SP
Mensagens: 2965
 Re: A MINHA TARDE.
Boa tarde, amigo poeta!

Um rondel numa beleza sem igual!

Parabéns e forte abraço!

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 09/04/2015 20:34  Atualizado: 09/04/2015 20:35
 Re: A MINHA TARDE.
Uma "tarde" bem animada entre belos versos poeta...a solidão tem destas coisas...

Belo poema entre uma "rolinha"...bem humorado Miguel.
Um tema para favoritar sem me permite.
bj

Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 09/04/2015 22:58  Atualizado: 09/04/2015 22:59
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: A MINHA TARDE. P/Migueljaco
Que poema tão encantador entre a solidão e uma rolinha alegre e cantante dois extremos que se tocaram, gostei muito. Abraço Vólena

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 31/07/2021 01:44  Atualizado: 31/07/2021 01:44
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 17321
 Re: A MINHA TARDE.
Miguel
Belo e humorado rondel!
Parabéns pela inspiração!
Abraço!
Janna