https://www.poetris.com/
 
Letras de Música : 

Maria das Dores

 
 
Open in new window


MARIA DAS DORES

(José Fortuna)

Maria das Dores, cabocla bonita
Sofria calada, por ter essa cor
Pois ela era o fruto do amor proibido
Da mãe uma escrava com o branco feitor
E a linda mulata sentia vergonha
Que seus namorados viessem saber
Que a mãe era preta, por isso fugiu
Deixando a mãezinha sozinha a sofrer.

E a pobre velhinha saiu a procura
Da filha querida que tanta ela amou
E após muitos anos dali bem distante
No altar se casando a filha encontrou
E quando ela disse ser mãe de Maria
O povo sorrindo não acreditou
Ao ver sua filha dois prantos rolaram
E dentro da igreja sem vida tombou.

Maria mentiu que não era filha
Daquela velhinha já morta no chão
O padre responde: - Se fosse sua mãe
Devia abraçá-la e pedir-lhe perdão
Porque nossas almas são todas iguais
E Deus para o céu a todas conduz
E nisso uma pomba de asas tão brancas
Entrou na igreja pousando na cruz.

A noiva lembrando as frases do padre
e vendo a pombinha pousada no altar
Pensou ser a alma de sua mãezinha
E ali de joelhos se pôs a chorar
Enquanto dizia perdão mamãezinha
A branca pombinha em seu ombro pousou
Como se ela fosse a alma da mãe
Que o erro da filha do céu perdoou.


jmd/Maringá, 17-06-15



verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
392
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.