https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

PRIMEIRO ATO DA HUMANIDADE

 
PRIMEIRO ATO DA HUMANIDADE
Somente acenda as luzes,
quando o amor chegar de vez.

Só abra as cortinas,
quando o respeito adentrar.

Quando todos,
poderem ficar com os braços abertos,
esperando pelos abraços,

Então inicie
o primeiro ato da humanidade
abrindo de vez as cortinas.

Abelardo Araujo


Poema do Livro digital Alinha-te
de Abelardo Araujo
Disponível no site da saraiva

www.saraiva.com.br/alinha-te-8956292.html

 
Autor
AbelardoAraujo
 
Texto
Data
Leituras
370
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.