https://www.poetris.com/
 
Textos : 

GOSTO DA TUA PRESENÇA.

 
CORDEL:

Castrem este mau feito,
O botem numa cela fria,
Para que seja enrabado,
Ao menos uma vez ao dia
Estuprou quinze prostitutas,
Como fossem umas vadias.

Este formato de imposto,
Possui mesmo este viés,
Mas os corruptos do PT,
Usam dinheiro em espécie,
Não depositam em bancos,
Isto não lhes apetece.

Porquanto o argumento,
Dum elemento do PT,
De que a CPMF,
Faz controle financeiro,
Porem isto se aplica,
Se depositarmos o dinheiro.

Cortar do bolsa família,
Pode ser deselegante,
Mas nunca será pior,
Do que a saúde ofegante,
E como patrocinamos,
Este volume gigante.

O processo contra cunha,
Goza de embromações,
Pois ele sabe postergar,
As diversos situações,
Alem do corporativismo,
Acoitando estes ladrões.

Quando chove em excesso,
A cidade perde o censo,
E as marcas do progresso,
Se mostram decadentes,
Morrem pessoas afogadas,
Levadas pelas enchentes.

Gosto da tua presença,
Nesta mídia compulsória,
Onde contamos histórias,
Com ou sem eloquências,
Fazemos nossas memórias,
Adquirimos consciência.

O investigado estranha,
Quando é importunado,
E não lembra do passado,
Onde engordou patrimônio,
Surrupiando o estado,
Fazendo atos tacanhos.

Só enxerga quem quer ver,
Do contrário é bobagem,
Nada mudou no sertão,
Exceto a rapinagem,
Que aumentou de montão,
Com Lula na carruagem.

Dilma é impopular,
Por mentira de campanha,
Não tem como entregar,
Os pedidos da cegonha,
Agora tem que amargar,
A rejeição enfadonha.

Os homens e seus delitos,
O crime é da rede Globo,
O PT tem firme propósito,
De fazer à gente de bobo,
Dizendo ser criminosa,
A mídia que move o povo.

Indo a praia do Francês,
Tu vai ficar espantado(a),
Como é bonita esta orla,
De gente bem educada,
Um fetiche de Maceió,
Capital muito adorada.


Enviado por Miguel Jacó em 28/10/2015
Código do texto: T5430246
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Miguel Jacó

 
Autor
Migueljaco
 
Texto
Data
Leituras
453
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
4
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Anacduarte
Publicado: 28/10/2015 23:59  Atualizado: 28/10/2015 23:59
Colaborador
Usuário desde: 11/10/2015
Localidade: Azeitão
Mensagens: 503
 Re: GOSTO DA TUA PRESENÇA.
Boa noite, Poeta Miguel, hoje está com a pena de tinta ao rubro, que versos tão exuberantes.

O texto parece bem, contudo, fala de matérias de um país distante que não domino.

Uma forte inspiração

um abraço
acd

Enviado por Tópico
amopoesias
Publicado: 29/10/2015 09:51  Atualizado: 29/10/2015 09:51
Da casa!
Usuário desde: 24/07/2008
Localidade:
Mensagens: 311
 Re: GOSTO DA TUA PRESENÇA.
Bom dia meu nobre amigo, Miguel Jacó!
Seu Cordel traz todas as verdades, com tantas maracutaias e acoitamento dos coniventes é mesmo pra se revoltar e afiar a caneta como bem fizestes. Um show seu desabafo, um grito que precisa ser ouvido.

Grata pela benfazeja visita. Também gostei de te encontrar por aqui. Fazia um tempão que eu não postava nesse site.
Um bj no seu coração.
Diná.

Enviado por Tópico
Upanhaca
Publicado: 29/10/2015 13:22  Atualizado: 29/10/2015 13:22
Colaborador
Usuário desde: 21/01/2015
Localidade: Sol Poente
Mensagens: 6491
 Re: GOSTO DA TUA PRESENÇA.
Se a quem por direito arcasse com suas responsabilidades, os males e a corrupção seriam radicados da sociedade brasileira.

Belo poema, adorei ler-parabéns.
Abraço!
upanhaca

Enviado por Tópico
Eureka
Publicado: 31/10/2015 13:59  Atualizado: 31/10/2015 13:59
Colaborador
Usuário desde: 02/10/2011
Localidade: Lisboa
Mensagens: 4239
 Re: GOSTO DA TUA PRESENÇA.
Olá Miguel,

Sempre gosto quando vens tecendo uma boa critica socio politica, que tão bem o dominas num versar completo, de boas rimas, boas chamadas de atenção e pondo o dedo na ferida da sociedade mediocre em que quase todos nós vivemos, por estes dias.
A politica virou um concurso de sem vergonhice, é bem certo, e tu o exprimes de forma muito valorosa.

Gostei muitissimo destes teus versos tão necessáriose bem tecidos. Parabéns

Beijos
Eureka