https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

MICRO AFASTAMENTO

 
Tags:  poema  
 
MICRO AFASTAMENTO
 
MICRO AFASTAMENTO
(Jairo Nunes Bezerra)

Ontem não contemplei o mar de rara beleza,
Seguira para nova paragem do nordeste, ativada,
Que sem mar exibiu-me outra riqueza,
Amplo luar entre enegrecidas nuvens orvalhadas!

Não nego, afastado senti a tua falta capeada de afagos,
Ante as águas originadas do mar de ondas cruciais...
De amor vibrante reinantes eram os meus abraços,
Sempre ativados por desejos vigorantes e sensuais !

Agora neste sertão onde figuram recentes recordações,
Alimento as minhas fantasias e ilusões,
De ver-te sorridente na proximidade!

Vigora a pretensão de unir o meu distanciado mar,
Às luzes azuladas do meu alvissareiro luar
Contigo, dando vazão a nova realidade!





 
Autor
Jairo Nunes Bezerra
 
Texto
Data
Leituras
275
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.