https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Um filho da mãe de um texto curto de amor

 

Lembras-te de apagarmos com borracha da Pelikan os mais belos poemas de amor que fizemos, confessos personagens das tramas que urdimos?
Que sobrava de nós naquela página?
Lembro-me que me disseste: - Se um dia tudo for mar e não tivermos tempo para ganhar guelras, quero morrer no teu beijo…
E eu sorri, lembras-te? Acho que porque já éramos amantes e não o sabíamos.
Depois fomos um búzio.
Amanhã, quando o tempo acordar, vou estar a crescer no vaso da tua janela.

in: Texto da contracapa de «O amor é um tema batido» Temas Originais 2011


O meu verdadeiro nome é José Ilídio Torres. É com ele que assino os meus livros.
Já publiquei 10 obras em géneros diversos: crónica, romance, conto e poesia.
Foi em 2007, aqui no Luso, que mostrei pela primeira vez.

 
Autor
SilvaRamos
 
Texto
Data
Leituras
493
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
31 pontos
3
6
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
s.i.s
Publicado: 04/12/2015 21:09  Atualizado: 04/12/2015 21:09
Muito Participativo
Usuário desde: 01/12/2015
Localidade: São Paulo
Mensagens: 85
 Re: Um filho da mãe de um texto curto de amor
Esse seu lembrar é muito terno.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 06/12/2015 19:51  Atualizado: 06/12/2015 19:51
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29310
 Re: Um filho da mãe de um texto curto de amor
Vazios que entra pelos becos de nossas vidas que viram sobres a curvas os mais tristes sentimentos que não se direcionam.

martisns

Enviado por Tópico
elendemoraes
Publicado: 13/06/2016 21:08  Atualizado: 13/06/2016 21:08
Colaborador
Usuário desde: 05/05/2010
Localidade: Rio de Janeiro - Brasil
Mensagens: 504
 Re: Um filho da mãe de um texto curto de amor
"Um filho da mãe de um texto curto de amor", mas tão poético e tão belo, que dá asas ao nosso pensamento e liberta a alma para voos infinitos. Aplauso.