https://www.poetris.com/
 
Prosas Poéticas : 

A festa já tinha acabado

 
A festa já tinha acabado.
Não restava mais que um bêbado reconhecido agarrado às costelas do balcão.
O facto de não teres vindo, o hálito que não deixaste num trago de conversa, ou o batom que não usas.
Um poema que não se escreveu, um sorriso que não se esboçou.
Um barman que corre as portadas à noite num trago.
O lixo à porta.
Importas-te que amanhã me voltes a faltar, quer queiras quer não queiras, e eu gaste fósforos a construir castelos nesta estranha geriatria dos medos?
Que me faça de esquecido e te ame perdidamente nas ausências?
Importas-te de fechar a porta, de acender a luz, de te desnudares completamente?
Estou aqui. Onde se perdem os ventos das rosas.
Consegues cheirar quando não estás, os cheiros dos meus cais?
As asas caravelas das gaivotas?
Embarca então neste beijo que te dou de mãos arregaçadas,
E pernoita na minha dor.

in: «O amor é um tema batido» - 2011


O meu verdadeiro nome é José Ilídio Torres. É com ele que assino os meus livros.
Já publiquei 10 obras em géneros diversos: crónica, romance, conto e poesia.
Foi em 2007, aqui no Luso, que mostrei pela primeira vez.

 
Autor
SilvaRamos
 
Texto
Data
Leituras
873
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
27 pontos
3
4
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
elendemoraes
Publicado: 10/06/2014 03:52  Atualizado: 10/06/2014 03:52
Colaborador
Usuário desde: 05/05/2010
Localidade: Rio de Janeiro - Brasil
Mensagens: 504
 Re: A festa já tinha acabado
Encantada! Do princípio ao fim, mais poesia do que prosa!

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 10/06/2014 13:12  Atualizado: 10/06/2014 13:12
 Re: A festa já tinha acabado
Lindo querido poeta! Lindo!

Do princípio ao fim, só encantamento!

Obrigada!

Beijos,

Anggela

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 10/06/2014 17:30  Atualizado: 10/06/2014 17:30
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16261
 Re: A festa já tinha acabado
Parabéns Poeta
Poema belo e sentido! Adorei!
Beijos!
Janna