https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Acre fragrância desnecessária

 


Em correta ortografia e bela caligrafia,
leio em seus olhos
como numa fotografia,
que há uma linha clara
entre a substância do meu amor
e a hospedaria da sua indiferença.

Meu amor não será mercadoria!
deixarei que a cortina do tempo
baixe sobre sua hipocrisia,
apagando a desarmonia,
essa acre fragrância desnecessária da sua ignorância.



De arrebatada figura,
sou altivo, sou forte,
não carrego lutos e mágoas,
até um dia enganei a morte,
na sua faina de colher almas
e renasci.

 
Autor
Warmien
Autor
 
Texto
Data
Leituras
442
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
1
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
SoniaLeticia
Publicado: 11/12/2015 19:33  Atualizado: 11/12/2015 19:33
Muito Participativo
Usuário desde: 25/11/2015
Localidade:
Mensagens: 52
 Re: Acre fragrância desnecessária
Bonita poesia. Gostei.....