https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Um último poema com ternura e sonhos

 



Ouvi os passos... Sim, os ouvi,
lentamente... passos cadenciados
afastando-se cada vez mais.
Dai, tranquei na alma sentimentos,
rasguei poemas, quis secar as lágrimas
num mar de angustias e desesperos tantos...
Tentando achar em rincão remoto,
dos mais íntimos recônditos da alma,
uma réstia de luz para inspiração
de um último poema que falasse de ternura e sonhos
sem jamais mencionar ter havido uma partida.


De arrebatada figura,
sou altivo, sou forte,
não carrego lutos e mágoas,
até um dia enganei a morte,
na sua faina de colher almas
e renasci.

 
Autor
Warmien
Autor
 
Texto
Data
Leituras
526
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
2
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
JCJ
Publicado: 22/11/2015 10:22  Atualizado: 22/11/2015 10:22
Da casa!
Usuário desde: 16/10/2015
Localidade: Rio de Janeiro
Mensagens: 368
 Re: Um último poema com ternura e sonhos
Obrigado por te ler.
A poesia, tem hora que intrinca a mais dura das rochas.
Ainda mais quando se junta, vida, morte paixão e despedida.
Coisas que tão bem o poeta soube solidificar.
Parabéns, eu gostei.
Uma ótima leitura.
Abraços.
JCJ

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 22/11/2015 12:14  Atualizado: 22/11/2015 12:14
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16139
 Re: Um último poema com ternura e sonhos
Poeta
Apreciei a leitura!
Beijos!
Janna