https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

dos seus medos, a escora.

 
Minha linda....
Depois de tanto tempo sem ver,
ainda tento entender
seus sentimentos atuantes,
anseios febris refletidos,
e também os medos
de íntimos desejos incontidos;
fantasmas aos quais se apegou
que um dia, de seus pesos os chamou.

Mas, seu sentimento é livre,
a sua vontade não o tutora.
Aja, rompa então a quietude,
aproveita a solitude desta hora,
com uma gargalhada sonora
e liberte o sentir que aflora.

Por que sempre serei sua âncora,
sempre...dos seus medos, a escora.
É a minha linda, para sempre,
eternamente... e mais um pouco ainda...
inesquecível em meu viver.


De arrebatada figura,
sou altivo, sou forte,
não carrego lutos e mágoas,
até um dia enganei a morte,
na sua faina de colher almas
e renasci.

 
Autor
Warmien
Autor
 
Texto
Data
Leituras
483
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
15 pontos
1
3
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 07/12/2015 09:12  Atualizado: 07/12/2015 09:12
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29264
 Re: dos seus medos, a escora.
Muitas vezes o medo não deixa o nosso ser amar, jamais devemos nos ansiar de uma maneira que ficamos sem os sentimentos, um amor em elos sentidos.

martisns