https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

A Essência

 
Open in new window
A Essência

A essência da minha vida me engrandece
ao chutar um balde de excrementos
em tua cara limpa
Desprezível ser!
Os sentimentos que me brotam são de prazer.

É certo que todo meu egocentrismo
reduz-me a nada
por isto nesta vida de cão
por ti já levei muita porrada
mas finalmente aprendi
que a vida não terminou não
e assim que eu bati
a minha cabeça na miséria que te cerca
toda a minha idolatria veio ao chão.

Eu fui condenado à revelia
meus passos marcados no livro da vida
de ti só conheço a sentença
que me fere sem mostrar a ferida
pálida e triste esta doença.

Eu olho no espelho e só consigo ver o feio
fecho meus olhos e te quebro ao meio
com um agudo grito de horror
e dos teus cacos o chão fica cheio
das minhas partes exasperadas pela dor.

Alexandre Montalvan

 
Autor
montalvan
Autor
 
Texto
Data
Leituras
332
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 24/12/2015 23:46  Atualizado: 24/12/2015 23:46
 Re: A Essência
ela está algures longe da vista

e ééééééééééééééé´´eééééééé´´eéé´

maria maria maria maria

mariiiiiaaaaaaaaaaa
ia

queeeeeeeeeeenó queeeeeenó quenó