https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Cenas da Natureza

 


Perseguia um passarinho, o gavião,
Numa tarde ensolarada; eu tive dó.
Na fuga pra tentar sobreviver,
Indefesa avezinha, ali tão só.

Ao longe o ruflar; eu observo;
Um pobre passarinho, ó triste cena;
Vencido, ao inimigo se entregara...
Robusto gavião que o depena.

Aos pios o moribundo passarinho,
Daquele gavião não mais fugia;
A debater-se tanto, agonizava...
Nas garras da rapina ele morria.

Assim, o faminto gavião,
Mergulha mata adentro e arrebata
A presa; indefeso passarinho...
Ali, junto aos ruídos da cascata.


trovaliz

 
Autor
trovaliz
Autor
 
Texto
Data
Leituras
462
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.