https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Fim de Mim

 
Open in new window
Fim de Mim

Um pequeno espaço surge sobre as águas
Tão pequeno quase ínfimo, mas intenso
Funde o mínimo e máximo remanso de mágoas
E criam na minha alma este mal imenso

Um toque de poesia nas doces serenatas
Entre tantas e tantas teorias fui acabar
Cálices de sangue e um ébrio a soluçar
Big bang que explode com um que, de começar

São desatinos, são horrores ou anseios
Como uma chama em fuga com receio
Ou uma doença sem cura ou piedade

Não me pegue pelas pernas meu amigo
Não me tires do meu indecente abrigo
Pois o que ira restar é apenas saudade.

Alexandre


 
Autor
montalvan
Autor
 
Texto
Data
Leituras
282
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
0
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.