https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

O Fim

 
No fim, a cor deixou-lhe a face
e o crepúsculo aconteceu em seu olhar.
Então, findaram-se os poemas,
pois os versos
já não podiam traduzi-la.



Para Beth. Saudades.

Produção e divulgação de Vera L. M. Teragosa.


Sentir-me-ei honrado com a sua visita em minhas páginas, nos links abaixo:

www.fabiorenatovillela.com

Blog - Versos Reversos

 
Autor
FabioVillela
 
Texto
Data
Leituras
574
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
27 pontos
5
3
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 30/01/2016 19:43  Atualizado: 30/01/2016 19:43
 Re: O Fim
gostei. parabéns

Enviado por Tópico
atizviegas68
Publicado: 31/01/2016 03:49  Atualizado: 31/01/2016 03:49
Colaborador
Usuário desde: 09/08/2014
Localidade: Açores
Mensagens: 1430
 Re: O Fim
Fabuloso!

Parabéns

Enviado por Tópico
Juvenal Nunes
Publicado: 31/01/2016 10:51  Atualizado: 31/01/2016 10:51
Colaborador
Usuário desde: 28/07/2013
Localidade: Douro Litoral
Mensagens: 520
 Re: O Fim
As emoções verdadeiras sempre transparecem.

Juvenal Nunes

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 01/02/2016 17:34  Atualizado: 01/02/2016 17:34
 Re: O Fim
Apreciei!

Enviado por Tópico
Margô_T
Publicado: 17/08/2016 10:45  Atualizado: 17/08/2016 10:45
Da casa!
Usuário desde: 27/06/2016
Localidade: Lisboa
Mensagens: 309
 Re: O Fim
Como traduzir o intraduzível?
(somente) com o silêncio

por isso os versos cessam, os poemas findam e o que prevalece na paisagem é o “crepúsculo” que “aconteceu” no olhar - quando as cores se vão e, com elas, segue também uma parte que nos pertence
tão intraduzível quanto o intraduzível olhar que se apaga e nos deixa desamparados… retidos nas mais fundas raízes do silêncio.


Um poema bem forte…