https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Quesito de vadiagem

 
Quesito de vadiagem

Sumido dentre o espaço, desconheço o que tem ocorrido
Seria puro prazer e vaidade
Ou será que realmente estou apaixonado?
É querer viver de vadiagem
Ou meu coração é tão fraco?
Que turbilhão de sentimentos
O que está se passando?
Mero problema de autoestima
Ou pregação de peça do destino?
Agora, justo agora?
Creio que deva ser um tombo que a paixão irá me dar
Seria um coração fervente de paixão
Ou um coração iniciando a amar?
O que é que é
O que é que tem
Tudo tentando me derrubar
Queres saber de um grande fato?
Vamos transar!


Heterônimo

Dalton Rios

Curitiba, Outono 2016

 
Autor
Pensadora
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2048
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.