https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Saciados de nós

 

SACIADOS DE NÓS

Minhas mãos…
Percorreram o teu corpo,
todo-nu.
Deitada numa cama,
Em desalinho,
Olhaste-me insinuante,
Com um pedido irresistível.

Ama-me!

Num ápice
Nossas bocas se colaram
E as línguas se encontraram
Nesse frenesim incontrolável…
Onde dois corpos,
Num repente…se amaram.

Da volúpia ao prazer…
Desceu o suor…
Cobrindo a nossa pele ardente
Onde sensações indescritíveis…
Nos invadiram continuamente.

Por fim…
Saciados de nós…

Um pouco cansados
Mas gostosamente confortados,
Daquele tempo de amor…
....E de prazer.

Disseste que me amavas
Eu,
Confirmei: também te amo!

Alberto Avelar

 
Autor
Avelar
Autor
 
Texto
Data
Leituras
447
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.