https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

Passaredo

 
Tags:  caminhos    pássaros    orvalho  
 
Open in new window


Passaredo

Pretendo retornar a ser menino
Levantar nas manhãs bem cedo
Ver o orvalho na relva do caminho
E assistir ao revoar do passaredo

Estradas floridas serão passarelas
Onde eu desfilarei minha saudade
Quando novamente passar nelas
Até chegar à igreja da localidade

Tudo isso são coisas que suponho
Não é realidade é apenas sonho
Que ao tempo não me faz voltar

Mas tudo isso já ocorreu um dia
E agora a minha vida é tão vazia
Que apenas eu consigo recordar.

jmd/Maringá, 18.08.16



verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
357
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.