https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Aceitação

 


um olhar,

e o voo da gaivota desperta
a lembrança
que navega na memória
dos tempos de outrora
em mim...

um querer,

desejar fugir deste sonho
esquecer e adormecer
no crepúsculo que me invade
trazendo outra noite
sem fim...

um sentir,

e, renascer no ventre da aurora
seguir o curso da vida, aceitá-la
vida esta que se estende num devir
que explode, grita
sim! sim!



Alice Luconi Nassif
28/08/16



Somos (estamos) o que pensamos. Pensar é a unica veste que aquece nosso coração.


 
Autor
Alluconi
Autor
 
Texto
Data
Leituras
439
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
8 pontos
8
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Ro_
Publicado: 28/08/2016 17:03  Atualizado: 28/08/2016 17:03
Colaborador
Usuário desde: 25/09/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 3962
 Re: Aceitação

Linda Alice!
Que poema belo e intenso!
Eu adorei ler!
Um beijinho!


*-*


Enviado por Tópico
Nininha
Publicado: 28/08/2016 22:53  Atualizado: 28/08/2016 22:53
Colaborador
Usuário desde: 14/04/2016
Localidade:
Mensagens: 1717
 Re: Aceitação P/ Alluconi
Olá Alice;
Os sonhos nunca deveriam ser abandonados, salvo se nos puderem prejudicar...
Adorei a leitura e a intensidade das palavras.
Muito obrigada pela partilha!
Beijinhos


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 29/08/2016 11:10  Atualizado: 29/08/2016 11:10
 Re: Aceitação
Querida Alice,

Eu me emocionei....

Sem palavras...apenas obrigada!

Um beijo,

Anggela


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 29/08/2016 17:43  Atualizado: 29/08/2016 17:43
 Re: Aceitação
Primeiro minha alegria em vê-la por aqui novamente...o Luso está mais belo....quanto ao texto...bem, acho que vai muito além,eu...claro que à cada leitor uma interpretação chega naturalmente, muitas vezes diferente do autor, e aqui eu vejo que um olhar ao voo da gaivota desperta a consciência do crepúsculo, inevitável por sinal, a noite chega quando o véu se levanta, a realidade da noite. Olhamos ao Alto, por vezes a vontade de fugir, um sentir quem sabe doloroso demais, mas vem a certeza de "renascer no ventre da aurora", sorriso e resignação, um novo caminho frente a abençoada "Aceitação". Perdoe-me mas adorei caminhar por essa estrada de lindas letras. beijão!!! Não deixe de acreditar nunca....fica com Deus.