https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Sobre o segredo e o remorso que rói

 
Se te há dado conhecer todos os mistérios da vida,
ao arrepio da alma no lavradio o sopro da brisa poderia confundir-te,
antes que inexorável se rompa o véu para outra passagem,
incutir alvíssaras com palavras não ditas.
[...E se talvez um dia não forem escritas e restarem inauditas,
poder-se-á jamais entender a que se destinava a mensagem.].

Em sonhos somente [...E não mais, nem menos... Num devaneio...],
vem e recostas a cabeça como no ombro acolhedor de Ti;
digo-te baixinho em segredo para só tu ouvires,
que não haverás de te preocupar tentando desvendar segredos.

Muito me arrependo de ter aceso a chama, até avivado medos,
alimentando o mal que te atormenta nos degredos.
Tal remorso rói, insidioso sufoca na razão da ânsia imposta...
Já que é da mesma chama que te queima as chagas expostas.
Calo-me... Como eu, bem sabes... Não, não precisaremos de respostas.


 
Autor
Phalaenopsis
 
Texto
Data
Leituras
350
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
5 pontos
1
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 23/09/2016 11:58  Atualizado: 23/09/2016 11:58
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 17723
 Re: Sobre o segredo e o remorso que rói
Poeta
Apreciei a leitura!
Beijos!
Janna