Poemas : 

Chuva Chuvinha

 
Chuva, chuvinha

Chuva, chuvinha
Que cai à noitinha
É abençoada
Rega à gotinha
A relva verdinha
E a terra secada

Na tua cadência
Pra sobrevivência
Não podes faltar
Na vida a essência
E a tua ausência
Tudo vai secar

E os mananciais
Onde os animais
Ali vão beber
E os cereais
São essenciais
Para se viver

E no tempo dela
Eu espreito à janela
Antes de dormir
E assim tão bela
Resguardado dela
Na rua a cair

José Matos – 24.11.16


José Matos


 
Autor
Josematos
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1399
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.