https://www.poetris.com/
 
Prosas Poéticas : 

Relógio antigo

 
Tags:  amor    alegria    lembranças    momentos  
 
Relógio antigo
 
Noite serena silenciosa no divã eu estava,
Pensativa sonhando... Tudo, tudo mavioso!
De repente, um som despertou-me
O ponteiro de um relógio antigo,
Tão antigo, mas querido por nós dois
Nesse instante levou-me a lembranças
De momentos tão bons!
Aonde ficávamos juntinhos curtindo
Aquele som enamorados,
Numa sala com móveis rústicos;
Da janela vinha um olor suave frescor da noite,
Das flores do jardim regado por nós.
A luz da lua alumiava o ambiente...
Decerto que não resistíamos logo
Estávamos nos amando como
Da primeira vez, ali é nosso cantinho
Preferido, tão querido porque foi
Ali - que me tocavas com intimidade
Sem medo de ser feliz.
Sempre que podemos voltamos lá,
Na casa que não é de sapé, nem do campo,
Da cidade porém conservada com cara de sítio
Mantida para revivermos cada momento ímpar
Vividos por nós, saímos de lá como meninos felicíssimos!
Quando então brincamos na relva, sorrimos,
Falamos de poesias...,
Quanta alegria renovados rejuvenescidos.
Mas desta vez eu estava só e me pus a pensar
No meu vaguear ao apreciar o ponteiro do relógio.
Logo pensei: a vida é mesmo assim.
Como um ponteiro de um relógio...
De repente a bateria (pilha) acaba.
Dependendo da sorte pode até ser recarregada,
Mas nem todos têm a mesma sorte!
Qual será o meu norte nesse giro de vinte e quatro horas?
Quanto me resta? Horas, segundos, minutos...
Dessa forma, não devemos viver outrora,
Mas tão somente agora!

Mary Jun.
02/12/2016




Mary Jun

Imagem Google
 
Autor
Maryjun
Autor
 
Texto
Data
Leituras
337
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
26 pontos
14
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 06/12/2016 09:14  Atualizado: 06/12/2016 09:14
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29136
 Re: Relógio antigo
Recordar coisas do passado é intensamente belo, ainda mais quando são coisas de amor. Passam as horas, ficam as marcas nem mesmo o tempo poderá apagar


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 06/12/2016 12:38  Atualizado: 06/12/2016 12:38
 Re: Relógio antigo
Momentos... tão bons de recordar, Sempre um acontecimento.
Abraço Mary jun


Enviado por Tópico
Upanhaca
Publicado: 06/12/2016 14:36  Atualizado: 07/12/2016 15:54
Colaborador
Usuário desde: 21/01/2015
Localidade: Sol Poente
Mensagens: 6275
 Re: Relógio antigo
As lembranças trazem ao presente os momentos do passado, arquivados nas nossas memórias, e se estes forem vividos na plenitude do amor, nunca serão apagados nas curvas do tempo.

Abraço!
upanhaca


Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 06/12/2016 18:25  Atualizado: 06/12/2016 18:25
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9217
 Re: Relógio antigo
Boa tarde Mary, teus versos enredam uma personagem memorizando momentos satisfatórios de sua vida passados ao lado de um certo alguém que lhe encheu de afetos amorosos, parabéns pelo vosso envolvente poema, um abraço, MJ.


Enviado por Tópico
Lucas.
Publicado: 06/12/2016 19:22  Atualizado: 06/12/2016 19:22
Da casa!
Usuário desde: 14/11/2016
Localidade:
Mensagens: 218
 Re: Relógio antigo
Magnífico! Parabéns, Mary!


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 06/12/2016 21:45  Atualizado: 06/12/2016 21:45
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12405
 Re: Relógio antigo P/Maryjun
Olá Amiga
Muito belas são as recordações do amor vivido e os ponteiros do relógio ainda nos vão dando tempo e a felicidade de as viver...bom não? Muito belo o poema, adorei. Beijinhos carinhosos Vólena


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 07/12/2016 11:53  Atualizado: 07/12/2016 11:53
 Re: Relógio antigo
Lindo, Mary.