https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Tristeza : 

Barco à deriva

 
Tags:  dor    indecisão    Insistência  
 
 



Quantas vezes, eu disse para parar
Quantas vezes, disse que não era eu
O homem certo para te amar!
Mas tu quiseste ir com essa relação avante
Mesmo sabendo eu podia estar de ti, distante
Eu não estava para aí virado
O teu carinho não era suficiente
Nem mesmo as tuas palavras que dizias, serem reconfortantes
Não eram suficientes para me trazer de volta a terra
Não eram não
Quantas vezes, eu disse para acabar com essa relação de fachada?!
Quantas vezes, eu disse que não era a hora ideal para te fazer sentir uma mulher desejada
Eu não me encontrava bem psicologicamente
Mas tu não quiseste saber
Só sabias dizer
Não te quero por nada desse mundo, perder!..
Mas é claramente isso que vai acontecer se não caíres de uma vez na real
E deres conta que não sou eu, o homem ideal
De lágrimas nos olhos peço perdão
Por não ser aquela peça que falta para completar o teu coração
Lamento mas não pode ser preenchido pela mão deste homem
É que sabes
Eu tenho um coração diminuto
Falta-me experiência de vida
E eu não a possuo!
Com isto posso terminar dizendo que não sei o que é gostar de uma pessoa à toa
Primeiro tenho de a conhecer e ficar perto dela sem estar com a cadela
Quantas vezes, eu vou ter de me repetir?!
Pela milionésima vez e por muito que me custe admitir até porque não te quero de alguma forma, ferir ou até mesmo, iludir
Quero-te bem longe de mim!
Está melhor assim?
Eu já era para ter tomado esta atitude há muito mais tempo
Mas só hoje consegui ganhar coragem
Acredita que a mim me dói mais
Não penses que isto te está a afectar só a ti
Olha à nossa volta!
Olha o nosso coração...
Ele está despedaçado!
Não vai voltar mais ao lugar
Neste momento as rosas, sangram
Gemem de dor!
Querem ver a todo o custo, o nosso amor
Mas ele não vai florescer
Mas ele não vai crescer mais
Dói demais eu sei
Mas eu avisei
Quantas vezes, eu disse
Que não era este homem o responsável pelo teu sorriso
Tu sorriste porque pensavas que essa relação estava a ir pelo caminho certo
Lamento desiludir mas eu estive do teu lado por uma simples razão
Por não conseguir dizer não, mesmo sabendo que a única coisa que te mantinha viva
Era nada mais, nada menos
Que eu

No amor, um autêntico barco à deriva



Open in new window

 
Autor
joao20
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1894
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.