https://www.poetris.com/
Mensagens -> Amor : 

Amar o mar

 
 
Deixa-me falar, eu sei perfeitamente que nenhum de nós dois se quer queimar

Por mais que nós dois queiramos admitir que sim

No seio do fogo nós dois nunca poderíamos reinar

Então se não for pedir muito, gostava que olhasses para mim quando estou a falar contigo

Eu melhor que ninguém sei o que é respirar o mesmo ar consigo

Não fisicamente mas no meu pensar

Ouço uma voz a gritar

Ela quer me ver a amar o mar


Porque o jogo do fogo é o de deitar abaixo qualquer lar

Até o deixar sem vestígio de fôlego

Eu não vejo nada de bom nisso aqui, ali nem acolá

Porque o jogo do fogo é o de deitar abaixo qualquer lar

Até o deixar sem vestígio de fôlego

Eu não vejo nada de bom nisso aqui, ali nem acolá



Nada de bom nisso aqui, ali nem acolá

Nada de bom nisso aqui, ali nem acolá

Porque o jogo do fogo é o de deitar abaixo qualquer lar

Até o deixar sem vestígio de fôlego

Eu não vejo nada de bom nisso aqui, ali nem acolá



Todos nós precisamos de água para sobreviver

Por alguma razão ela encontra-se no centro da roda alimentar

O que nós precisamos de ter são sonhos molhados

Não importa que nos chamem de falhados, azul é mesmo a cor dos calmos

Então deixem-nos sonhar, quem tiver dois palmos de testa vai ver o quão sério é amar o mar



Porque o jogo do fogo é o de deitar abaixo qualquer lar

Até o deixar sem vestígio de fôlego

Eu não vejo nada de bom nisso aqui, ali nem acolá

Porque o jogo do fogo é o de deitar abaixo qualquer lar

Até o deixar sem vestígio de fôlego

Eu não vejo nada de bom nisso aqui, ali nem acolá



Nada de bom nisso aqui, ali nem acolá

Nada de bom nisso aqui, ali nem acolá

Porque o jogo do fogo é o de deitar abaixo qualquer lar

Até o deixar sem vestígio de fôlego

Eu não vejo nada de bom nisso aqui, ali nem acolá



 
Autor
joao20
Autor
 
Texto
Data
Leituras
172
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.