https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Súplica

 
Como explicar
O que sinto
Meu coração está com o seu
Sente teu amor
Sente tanta saudade
Sente tua falta
E dos tempos que éramos dois
Éramos nós
Dos sorrisos fáceis
E agora você se foi
Levando meu coração
Ficou um vazio insuperável
E nada mais
Irá ocupar o teu lugar
Ficou o amor
Guardei em meus sonhos
Onde levarei para a eternidade


Nanda

 
Autor
fernandamoreira
 
Texto
Data
Leituras
202
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
42 pontos
10
4
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
cavaleiro.sem.dama
Publicado: 30/01/2017 15:09  Atualizado: 30/01/2017 15:09
Super Participativo
Usuário desde: 28/01/2017
Localidade:
Mensagens: 155
 Re: Súplica
como explicar o amor? :)


Enviado por Tópico
Angeline
Publicado: 30/01/2017 16:08  Atualizado: 30/01/2017 16:08
Colaborador
Usuário desde: 07/01/2017
Localidade:
Mensagens: 1252
 Re: Súplica
Querida Nanda
Poema lindo de um amor que
se foi, e deixou só um vazio no
lugar do coração.
Beijinho nesse coração.
Angeline


Enviado por Tópico
Ro_
Publicado: 30/01/2017 16:19  Atualizado: 30/01/2017 16:19
Colaborador
Usuário desde: 25/09/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 3864
 Re: Súplica

Tão lindo e triste, Nanda!
Eu adoro ler-te!
Um beijinho, lindeza da Ro!

*-*



Enviado por Tópico
Semente
Publicado: 31/01/2017 02:25  Atualizado: 31/01/2017 02:25
Colaborador
Usuário desde: 29/08/2009
Localidade: Ribeirão Preto SP Brasil
Mensagens: 8375
 Re: Súplica/ PARA FERNANDA MOREIRA
Eis aqui um poema revestido de textura mansa, sem lanhos de amargura, mas roçando as palavras alguma nostalgia. Deve ser porque o amor e os sonhos preenchem o lugar onde estava o coração.

Parabéns Fernanda! Lindo demais.

Beijinhos!!


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 31/01/2017 15:27  Atualizado: 31/01/2017 15:27
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 10499
 Re: Súplica P/ fernandamoreira
...súplica temente sem revolta, mas saudosa guardando os sonhos para sempre. Um lindo poema, gostei imenso, beijinho Vólena