https://www.poetris.com/
Poemas -> Esperança : 

LÁ PRAS BANDAS DO FAIÁ

 
A fé faia sim
Pega no canto da meeira
Quem faiô tamém
Do balaio pra tuia a colheita

Num é castigo
Nem vertige nem passage
É tosse pura, terra seca
Das boa estiage

Quem cura friage
É cachaça com carqueja
Se espirra o bode
Torce ocê dele bigode

Se pra missa vai à pé
Toca nele um rapé
Estrada de pura
Puera vermeia

Quem nem saudade dá
Menos nessas coisas de faiá
Deixa la pras bandas do faiá
Num cocho raso do seu emborná

O pau caiu a foia
Mas no chão moiado
Brotô a flore
No espigão do serrado


Faia na terra
Faia na serra
Faia no véu
Mas num faia no céu

Poema em construção
Pode faia moço!


José Veríssimo

 
Autor
veríssimo
 
Texto
Data
Leituras
163
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
22 pontos
2
2
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
rodas
Publicado: 18/02/2017 00:25  Atualizado: 18/02/2017 00:25
Da casa!
Usuário desde: 16/01/2017
Localidade:
Mensagens: 363
 Re: LÁ PRAS BANDAS DO FAIÁ
Apesar do bom humor há pureza nessa mensagem .