https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

ABISMO COM BARREIRAS.

 


Quando o desejo supera em muito o medo,
Somos levados ao abismo com as barreiras,
Nos protegendo naquilo que seja possível,
Não obstante pode pintar a grande asneira.

Todo o saber tem um preço a ser cobrado,
Com deslumbre a nossa alma se vangloria,
Então fundimos o profano e o consagrado,
E nos enchemos com o clarão da luz do dia.

Se fracassarmos devemos ter a consciência,
Fomos alem do que permite um bom pensar,
Os ingratos fins não podem nos subestimar.

Logrando êxito seremos feitos um vencedor,
Mais outras barreiras surgirão logo adiante,
Na dualidade dum ser matéria,passivo a dor.





Enviado por Miguel Jacó em 11/07/2014
Código do texto: T4877980
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Miguel Jacó

 
Autor
Migueljaco
 
Texto
Data
Leituras
268
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
2
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Chou
Publicado: 23/02/2017 19:42  Atualizado: 23/02/2017 19:42
Colaborador
Usuário desde: 01/02/2017
Localidade:
Mensagens: 538
 Re: ABISMO COM BARREIRAS.
Sinto que temos por mãe o prazer e por pai à dor e por tal legado pagarem os sim sempre o preço.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 23/02/2017 22:25  Atualizado: 23/02/2017 22:25
 Re: ABISMO COM BARREIRAS.
Gostei amigo Miguel! Belo poema