https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Deus nos avcuda - Lizaldo Vieira

 
Que Deus nos acuda!
Ai de nós se fosse só a seca
Falta dagua
Terra rachada
Pé na estrada
Falta alma
Razão
Coração
Pois aqui o êxodo de amor sempre volta
Por cima da carne seca
Se vive-se na dependência do que armam
Ou desarmam gente de mal mando `
Portas do inferno eternamente abertas
Por bestas desumanas
Quantas pessoas tem em sua casa, será que possui o suficiente pra suprir as necessidades do viver; quanto você ganha por mês para fazer sua feira, pagar a água, a luz, comprar remédio, pagar o fiado do leite e da bodega; Fazendo as contas direitinho, será que o seu mínimo vai dar pra pagar todas as despesas; e tem mais, sem contar com a existência daquele gasto extra com passagem para ir à capital, cuidar daquele paciente internado com alguma doença desconhecida; Como ficar por lá sem poder fazer a refeição diária, tomar o cafe matinal e noturno, comprar o lanche e pagar o aluguel de uma pensão para o pernoite, enquanto o doente e se reestabelece.
Será que aquele político que você colocou lá no poder que ganha milhões dos seus impostos tá se lembrando que você exite nessa hora; Tá nada, ele quer mais é que você se ferre. Já notou que a casa dele só anda de portas fechadas; O carro anda e vira passando pra cima e para baixo com os vidros fechados, exatamente pra você não olhar para a cara dele.Pois é gente, é que ele sabe que o eleitor só tem valor de quatro em quatro anos, feito copa do mundo, aí as pessoas passam a ser reconhecida; é um bom dia, uma boa noite pra lá e pra cá. Isso quando o malandro não é daqueles metidos a ser o mais popular que outros, lhe pregando aquela surpresa, lançando aquele tapão nas costas, dando um susto desgraçado.
Que pena! sua armadilha está preparada feito um anzol na tentava de fisgar o peixe. Pois tudo o que ele precisa é do seu sagrado voto; nesse instante o pobre coitado vira presa fácil pra ser comprado no mercado podre e moral da compra do voto. E logo depois, coitado do povo, não passará de uma mera mercadoria descartável do vale tudo por um eleitor desinformado e sujeito ao preço bem barato no dia do sufrágio. Que Deus tenha piedade de nós. Os sem trabalho, sem teto, sem saúde, sem educação, sem dinheiro, desinformado, desdentado, sem moral e sem dignidade pro resto da vida .. só pra refletir..
Por Lizaldo Vieira.


Q U E S E D A N E C U S T O d e V I D A - Lizaldo Vieira
Meu deus
Tá danado
É todo santo dia
O mesmo recado
La vem o noticiário
Com a
estória das bolsas
Do que sobe e desce no mercado
De Tóquio
Nasdaq
São paulo
É dólar que aume...

 
Autor
Lizaaldo
 
Texto
Data
Leituras
210
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.