https://www.poetris.com/
 
Sonetos : 

Mãos lascivas

 
Tags:  cama    miragem    lasciva    madruaga    desvairada  
 
Mãos lascivas
 
Mãos lascivas

Elen de Moraes Kochman

Altas horas... Adentro as madrugadas.
Silêncio atiça mais a intensidade
Dos sussurros, da esconsa intimidade...
Fantasias vão...vêm... entrelaçadas.

Miragens me assaltam, em revoada.
Vejo-te aqui... porém a realidade
São a tua ausência e a impiedade,
Desencruzilhando nossa estrada.

Sonho-te, aqui comigo... em minha cama.
Murmuras palavras entrecortadas.
Teu corpo toma o meu... que te reclama.

Entrego-me às carícias desvairadas
Dos teus beijos... e meu prazer se inflama
Em tuas mãos... lascivas nas pegadas.



Open in new window

 
Autor
elendemoraes
 
Texto
Data
Leituras
310
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
2
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 30/04/2017 11:51  Atualizado: 30/04/2017 12:16
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29201
 Re: Mãos lascivas
Lindo amor que se perpetua dentro das madrugadas irando nosso senso em um desejo irado, se amamos loucamente, somos dois apaixonados, em corpos se entregamos, insanamente se amamos

poeta martisnsOpen in new window


uma delicia de poema que esta um