https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

O ESPELHO (REP)

 
Tags:  julgar    REFLETIR.  
 
Olhei para o meu espelho
E vi um homem que me parecia velho.
Coloquei os meus óculos,
Meu Deus... mas sou eu!
Fiquei incomodado
Não por ser eu!...
A minha consciência interroguei;
Sem óculos, quantas pessoas
Infelizmente já eu mal julguei?


Antes de se julgar quem quer que seja, devemos primeiro nos interrogarmos a nós mesmos e se tivermos consciência, nos julgarmos. Todos nós sem exceção, temos uma nódoa em qualquer parte.

De A. da fonseca



SOU COMO SOU E NÃO COMO OS OUTROS QUEIRAM QUE EU SEJA

Sociedade Portuguesa de Autores a Lisboa
AUTOR Nº 16430
http://sacavempoesia.blogspot.com em português
http://monplaisiramoi.eklablog.com. contos para as crianças de 3 à 103 ans
http://a...

 
Autor
Alberto da fonseca
 
Texto
Data
Leituras
403
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
14 pontos
2
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
rodas
Publicado: 10/06/2017 22:38  Atualizado: 10/06/2017 22:38
Da casa!
Usuário desde: 16/01/2017
Localidade:
Mensagens: 367
 Re: O ESPELHO (REP)
concordo com a nódoa, menos com o julgamento, talvez a analise sob nos mesmos para um bom aprendizado de como lidar com o outro
quanto aos óculos sei o que e tentar ver alguma coisa sem eles, perca de tempo, rs.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 15/06/2017 14:01  Atualizado: 15/06/2017 14:01
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29310
 Re: O ESPELHO (REP)
Palavras belas e reflexiva