https://www.poetris.com/
Poemas : 

Fria Solidão

 
Tags:  amor    saudade    desejo    solidão  
 
Numa manha fria
Serena e calma
Estou deitado na cama
Mergulhado em meus lençóis
Meus pensamentos
Trazem-te para junto de mim
Chove torrencialmente
E o frio aumenta sua intensidade
Fria torna-se minha alma
Enfraquecido meu coração
Congelado meu sangue
E meus lábios tremem de frio
Onde estas tu?
Porque me abandonaste?
Daria tudo para ter-te ao meu lado
Pois em tuas veias corre o sangue do amor
E seus lábios possui um suave e doce veneno
Que torna o teu beijo melhor
Preciso-te como um vampiro precisa de sangue...




Hildegário Gonga

Hildegário Gonga,
Luanda Janeiro de 2012 (Luanda, Angola)
 
Autor
Hildegário.Gonga
 
Texto
Data
Leituras
62
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
2
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 17/06/2017 03:03  Atualizado: 17/06/2017 03:03
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 28180
 Re: Fria Solidão
Palavras que grita uma imensidão , ouvindo os ecos de uma insana solidão, belo poema sentimental