https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

Me Enganei?

 
Tags:  solidão    rimas    pensamentos    social    falsidade  
 
Me Enganei?
 
Preso voluntariamente no quarto o dia inteiro
As semanas passam como os ponteiros
Quando o calendário está presente, eu vejo,
Que este calabouço foi isolado pelo tempo,
E também fui informado pelas paredes que fui ingênuo
Estou sozinho, mesmo que eu tenha feito companhia a outros
Acho que é por isso que me condeno, e vivo no tormento
Pensei em ser o ombro de apoio, e acabei ficando sem consolo.

Talvez ser atencioso não é lá uma boa ideia
Talvez eu deveria ter agido de forma mais gélida
Estou começando a perceber que não há lugar para pessoas honestas
Então provavelmente entrarei em extinção,
Já que não sou uma pessoa esperta.

São nas horas de total silêncio que a reflexão vem
Fazendo eu notar coisas que nunca notei
Como por exemplo a irrelevância de um certo alguém
A quem valorizou mais aos outros que a si mesmo, e acabou não se saindo bem
Acho que se eu meditasse tanto quanto Siddhartha, estaria perdido
Diferente de Buda, sou apenas uma pessoa insegura e imatura
Talvez eu esteja agitando a tempestade,
Talvez eu só precise viver mais em sociedade.

Meu celular eu desliguei, deixei por algumas semanas
Percebi como me enganei, ninguém me procurou, telefonou, ninguém realmente me ama?
E foi durante a janta que um pensamento se gerou
"Ficarei sozinho, assim como aquele pobre velhinho da pracinha ficou"
Fui bobo em acreditar que existia alguém com quem eu pudesse contar
Pensei que meus olhos iriam lacrimejar, mas não choveu
Meu coração simplesmente entendeu
Me entristeci em encarar como sou um peão descartável
Eu acho que pequei em ser educado
Agora estou aqui trancado, sem ninguém sentindo a ausência minha
Ah como sou imprestável.

Sempre busquei ser prestativo
Sempre procurei ser um bom amigo
Mas agora olho o que aconteceu comigo
Mesmo ajudando aqueles indivíduos, fiquei sozinho
E não há nenhuma conversa para me aquecer nesse frio
Não consigo explicar em palavras o que agora sinto
Decepção? Talvez um pouco de solidão com pitadas de ilusão
Fui tolo em crer que quem faz o bem merece ser feliz também
Hoje estou pagando por algo que não fiz
Parece que na verdade eu conheci apenas atores e atrizes
A realidade é que não quis enxergar, não quis acreditar,
E agora me deparo com um preço que injustamente terei que pagar
Talvez com isso seja dado um novo início,
Um para me corrigir, e agir pensando mais em mim, e nenhum outro indivíduo.

Percebo agora como que alguns dos meus textos estão errados
"Irmandade Sem Cores"? Jamais deveria ter sido criado
Mas "A Criatura Falsa" permanece como sendo o texto imutável
Começo a refletir se meu pensamento sempre esteve em um caminho oposto
Talvez esse abandono me sirva como rota de retorno
Deixarei de ter aquele sentimento culposo de quando não consigo animar os outros,
Serei mais impiedoso, cuidadoso,
Cuidarei apenas de mim e de meu orgulho.

Veja só, caderno, como não fui esperto,
Acreditando que quanto mais alegrasse, mais amigos eu teria por perto
Mas só vejo aqui as paredes de concreto,
Com um sentimento incompleto, e um machucado interno
Não irei cortar meus pulsos,
Mas agora meu coração se sente expulso
Então agora a solidão e o egoísmo caminharam juntos neste inverno
E em meu peito estará um arrependimento eterno
As pessoas que disseram ser amigas, elas foram minha ruína
Mas ainda creio que encontrei alguém real,
Quem sabe algum dia?

 
Autor
AteopPensador
 
Texto
Data
Leituras
415
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
9 pontos
1
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Asas
Publicado: 04/07/2017 22:50  Atualizado: 04/07/2017 22:50
Da casa!
Usuário desde: 11/05/2015
Localidade:
Mensagens: 220
 Re: Me Enganei?
Tão triste...