https://www.poetris.com/
Poemas : 

Tarde de agosto

 
Tags:  MHA  
 
Tarde de agosto

Há uma cadeira vazia
Uma TV fechada
Uma telefonia silenciosa e fria
na sala abandonada...
As cortinas cerradas
descem do teto em direção
à tijoleira escura...
É uma tarde de sábado
um dia tão molhado
Um dia tão suspenso...
Que triste companhia
É o que penso...
É o que eu sinto...
É o que eu digo...
Sem amiga ou amigo.
Pego na caneta
(eu não quero uma tarde tão serena)
Penso que a tua alma leve e terna
ainda gosta que eu seja poeta
e faço este poema
porque tu estás comigo.

Maria Helena Amaro
Agosto, 2014


https://mariahelenaamaro.blogspot.pt/2017/07/tarde-de-agosto.html
 
Autor
amacsequeira
 
Texto
Data
Leituras
48
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 20/07/2017 10:58  Atualizado: 20/07/2017 10:58
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 27966
 Re: Tarde de agosto
Uma linda tarde que o amor si prolifera nos olhos de uma linda paixão, poema belíssimo