https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Prazer molhado

 
Open in new window

No sal, do teu corpo molhado,
Beijo… cada poro suado, beijo,
Aumenta a cada um tal desejo
Que sinto o meu desnorteado.

Lava-te neptuno fervente água,
Expondo-te nua… ao meu avanço.
O físico que antes estava manso,
Braceja, treme, grita quase mágoa!

No espaço dos dois, somos só um
Ao meu ouvido, sussurras um ai
Como igual nunca ouvi nenhum!

Por fim, teu corpo todo se contrai
No meu, o teu… prazer comum
Relaxamos quietos nesse aunai.

Cavaleiro.100.dama

 
Autor
cavaleiro.sem.dama
 
Texto
Data
Leituras
283
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
5
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Joel-Matos
Publicado: 08/08/2017 10:38  Atualizado: 08/08/2017 10:38
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 1947
 Re: Prazer molhado
Open in new window



Enviado por Tópico
ania
Publicado: 08/08/2017 14:18  Atualizado: 08/08/2017 14:18
Super Participativo
Usuário desde: 28/07/2016
Localidade:
Mensagens: 174
 Re: Prazer molhado
Quanta sensualidade em lindos e envolventes versos, parabéns poeta!!!
abraços, ania..