https://www.poetris.com/
Poemas : 

Rota da chuva salgada

 
 


… as lágrimas
nos levam ao lugar
das pálpebras nuas
e das Indóceis
rugas

emocionadas ...
batizam a pele
gasta
e violam
as ranhuras
ainda virgens
da cara

fogem
como a mocidade
para lá dos atalhos dérmicos
do queixo caído

chegam
ao peito
perdido
sem o sentimento cardíaco
do amado

e seguem
afogando
os passos

e seguem
levando os braços
descerrados [ainda esperando o tal abraço…. eternizado pelas promessas dos lábios ]


Open in new window





 
Autor
Pizza
Autor
 
Texto
Data
Leituras
121
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
2
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Rogério Beça
Publicado: 31/08/2017 13:18  Atualizado: 31/08/2017 13:18
Colaborador
Usuário desde: 06/11/2007
Localidade:
Mensagens: 1331
 Re: Rota da chuva salgada
Algo elas afogam.
Senão para que serviriam?
Um poema chorado, um tema batido e rebatido.
Talvez uma reinvenção, fugindo aos revistos encontros com a palavra.
Gostei de como as estrofes pausaram os ritmos.
Versos curtos, por vezes apenas palavras, como que entrecortado por soluços.
Não choraremos todos pelo mesmo, vezes sem conta, imitando-nos uns aos outros?

Gostei muito das três primeiras estrofes.
Também fechas bem o poema.
Porque a esperança, infelizmente, é sempre a última a morrer.

Abraço ou bj

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 04/09/2017 22:36  Atualizado: 04/09/2017 22:36
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 27966
Online!
 Re: Rota da chuva salgada
Um poema que os sentimentos gritam
As lágrimas é os sentimentos de nosso corações se expondo pelos olhos em forma de emoções