https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Saudade : 

Intransigente saudade

 
Tags:  saudade    sol    bruma    Dia de Finados    mormaço  
 
Intransigente saudade
 
Intransigente saudade
Elen de Moraes Kochman

Partiste... com a chegada
dos raios primeiros do sol,
descobrindo a madrugada,
num amanhecer tristonho.

Fizeste o dia chorar.

Dissipaste, como a bruma
no mormaço da manhã,
sem despedida nenhuma.
Foste de mim para sempre,

sem sequer pra trás olhar.

No coração, agonia...
Pranteei tua partida
e o teu amor que eu perdia.
Minha alma não aceitava

o vazio em teu lugar.

Na tua ausência, agora,
a intransigente saudade,
me machuca, muito embora,
ao me fazer companhia,

meu pranto venha enxugar.




Minha homenagem aos nossos entes queridos
- familiares e amigos -
que partiram para a eternidade.


Open in new window

 
Autor
elendemoraes
 
Texto
Data
Leituras
425
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
5 pontos
3
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 02/11/2017 18:39  Atualizado: 02/11/2017 18:39
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15161
 Re: Intransigente saudade
Tão bonito e cadenciado foi o texto que só no fim percebi que se tratava de uma homenagem aos entes queridos que já mais estão entre nós. Parabéns pela sutileza e pela sensibilidade. Abraços!


Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 08/11/2017 00:16  Atualizado: 08/11/2017 00:16
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29295
 Re: Intransigente saudade
Um belo poema. A saudade é a ausência de uma essência, belo