https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Saudade : 

Que Saudade

 
Tags:  tristeza    reflexão    desilusão    rimas  
 
Que Saudade
 
Me desculpe o incômodo,
Mas quero compartilhar algo ruim que sinto
Preciso de ajuda, ela não se vai da minha mente
Cruel destino, minha cabeça está quente
O que faço para esquece-la?
Perdi minha certeza, não tenho mais clareza
Sinto falta dela, veja o que ela fez comigo
A cada dia mais eu me sinto vazio
São diversas as vezes que me sinto sozinho.

Meu peito clama por aquele toque
Agora parece que vivo com má sorte
Sendo desgastado pela dor que me corrói
Perdi a direção, do Sul e do Norte
Meu coração não consegue ser tão forte
A tristeza tomou posso de mim
Tenho pensamentos que dizem para eu desistir
Meu amigo, diga o que posso fazer para não permanecer assim
Sinto falta, mas não há mais volta
Quero aquele abraço, mas não existe mais laço
Agora minha saudade me deixou em pedaços
Diga, estou preso, o que faço?

Estou começando a ter miragens
Frequentemente eu vejo sua imagem
Tenho ilusões que parecem de verdade
Agora desconfio dos meus próprios olhos
De delírio estão criando um histórico
Tenho agora sonhos em que a vejo me beijando em meu colo
Amigo, não sabe o quanto me dói ver nossas fotos
Relembrando de nossas brincadeiras, de nossos jogos
Dói até meus ossos.

Aqui estou eu, esperando ela ligar
Mas sei que jamais a escutarei falar
O que faço para acordar?
Estou carente, a perdi
Mas continuo com ela em minha mente
Não consigo fazê-la parar de me seguir
Fale algo de bom, estou a me destruir.

Eu queria poder vê-la mais uma vez
Queria poder dizer que sinto muito sua falta
Da saudade estou a mercê
Não consigo manter a calma,
A insônia domina minhas horas
Então me diga, amigo, como saio dessa zona de perigo?
Estou ficando cansado, meu coração está pesado
Sem mencionar as vezes que ele sente dores,
Como se estivesse sendo esfaqueado
Em meu jardim já não mais cresce flores
Amigo, estou à deriva na escuridão, não vejo cores.

Morro de saudade
As lembranças fazem parte
Porém não quero vê-la em meus sonhos
Perco a cada dia mais meu ânimo
Não sei o que fazer, não vejo uma saída
Tento me esconder, mas não me livro da dor reprimida.

Amigo, eis que chega o término desta carta
Desculpe novamente, mas é assim que passo minhas noitadas
Enquanto você está aí, com festas agitadas,
Aqui me resta fantasiar,
Com a antiga rainha da minha terra encantada.

 
Autor
AteopPensador
 
Texto
Data
Leituras
264
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
5 pontos
3
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
RosaDSaron
Publicado: 22/11/2017 17:08  Atualizado: 22/11/2017 17:08
Da casa!
Usuário desde: 05/11/2011
Localidade:
Mensagens: 260
 Re: Que Saudade

"Tu Irás Cantar"

Momentos assim...
Tira-nos a alegria para sorrir...
Mas vai que "ela" volte,aí tudo se ajeita...
Deixa o tempo curar a saudade e apagar a tristeza...
Amanhã o sol irá brilhar com mais fulgor...
O mundo começará a florir...
E tu irás cantar o doce amor a todo vapor!

Rosa D' Saron


Enviado por Tópico
Branca
Publicado: 23/11/2017 11:32  Atualizado: 23/11/2017 11:32
Colaborador
Usuário desde: 05/05/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 2986
 Re: Que Saudade
Sabe que eu achei?
Isso daria um ótimo Hap!
Você escreve muito bem. Gostei!
Agora se o enredo é real, amigo... segue o baile!
Beijo

Branca

Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 23/11/2017 14:50  Atualizado: 23/11/2017 14:50
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12509
 Re: Que Saudade p/AteopPensador
...é uma história bem escrita
apreciei muito. Sabe, eu acho
não tem por que se esconder
ao fantasiar-se de palhaço?!...
Se tem saudades e insónias
não reprima a sua dor
redima-se... peça que volte
e retome o seu amor!

Vólena