https://www.poetris.com/
Poemas -> Reflexão : 

TEMPO QUEBRADO

 
Sempre pensei que o tempo suportasse outras matérias
além dos aviões e dos pássaros.

Desiludido:
ao tentar que o espaço
me servisse de mesa.

Resultado:
o copo se quebrou,
aliás,
o tempo não é mãe que protege filhos.

Ainda fiquei sem a nossa cerveja:
afinal das contas:
a cerveja era nossa.
Perdi os dois!


José Veríssimo

 
Autor
veríssimo
 
Texto
Data
Leituras
122
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.