https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Templo das flores

 
Templo das flores
 
"Em meu peito
guardo as mais belas canções
que retratam o amor e a levidade
duma vida sem censuras"

[...]

Quão bom poder respirar
o ar puro e o perfume exalado
das flores que rego
com sorriso e gratidão

Neste porta-retratos
dia após dia intocável
do semblante dom amável
que revela a inspiração

no saguão principal
vê-se o doce maternal
justaposta-mente
com minha semente
minh'estrela do oriente
semblante angelical

o poeta em que habito
externaliza a lembrança
do meu sonho de criança
de querer viver menino

vivo numa eterna primavera
flores vivas e tão belas,
rosas e amarelas;
entende por que não desanimo?

salutar síntese do viver
breve estação intermitente
mantém-me imune à serpente
que quer entrar sem antes bater

mesmo que se atreva adentrar,
desta não pretendo regar,
nas mãos do tempo hei depositar
para oxidar até esmorecer

meu templo não é de papel;
ainda que fosse,
seria encadernado

sem contar o que passei,
amarguras que sofri
e que ficaram no passado

quem sabe, talvez,
dessa água de reuso
formou-se um bom adubo
para alimentar minhas meninas

flores belas, deste templo,
inquieto de alfa a ômega
decifrado em quatro letras,
que não se encontram nas esquinas

a vós,
a voz dos pais
e dos avós

filha e sobrinho,
irmão de sangue,
irmãos na fé,
amigos escolhidos

silenciosamente,
medita-se a mente
direcionada ao templo
dos tesouros bem polidos


Renato Braga

 
Autor
Renatobragarr
 
Texto
Data
Leituras
328
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
JorgeSantos
Publicado: 20/09/2019 16:20  Atualizado: 20/09/2019 16:22
Da casa!
Usuário desde: 28/06/2019
Localidade:
Mensagens: 239
 Re: Templo das florres