https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Meu amor! Te abri janelas da minh’alma

 
Open in new window

Te procurei mas não encontrei teu norte
Nas portas abertas do meu coração,
Estavas avalizando tua paixão
Nos braços coloridos do sol-poente

Abri janelas da minh’alma
Pra entrar réstias do teu olhar
Que sei bem desfolhar
À luz do meu coração em chama

Que tanto reluzia,
Desafiando o brilho do sol-poente
Onde ias toda contente,
Meu coração chorava impotente

Impotente à dor de te perder
Pelo sol-poente,
Que te levava risonho pra o horizonte,
Envoltos em ténue luz do entardecer

Franqueei mais portas do meu coração,
Corri cortinas nas janelas da minh’alma,
E com docilidade duma rena,
Chamei teu nome, e no horizonte dissipou a escuridão

O dia se fez em minh’alma,
Te vi soltar dos braços do sol-poente,
Escancarei portas da minha pobre alma,
E tu aninhaste no meu peito, sorridente

A dor amainou-se em meu coração,
Te enlacei com meus braços, feitos cordel,
Procurei teus lábios de mel
E depositei o mais profundo beijo da paixão

Adelino Gomes-nhaca


Adelino Gomes

 
Autor
Upanhaca
Autor
 
Texto
Data
Leituras
633
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
42 pontos
6
6
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Carii
Publicado: 08/02/2018 09:45  Atualizado: 08/02/2018 09:45
Colaborador
Usuário desde: 28/11/2017
Localidade:
Mensagens: 1935
 Re: Meu amor! Te abri janelas da minh’alma
O coração e o espírito bem abertos.. um chamamento de unir as almas. Gostei deste sol poente. Muito bonito! Beijos.


Enviado por Tópico
Volena
Publicado: 08/02/2018 16:33  Atualizado: 08/02/2018 16:33
Colaborador
Usuário desde: 10/10/2012
Localidade:
Mensagens: 12514
 Re: Meu amor! Te abri janelas da minh’alma P/Upanhaca
Gostei muito, sereno, doce e lindo! Grande abraço Vó


Enviado por Tópico
AlexS
Publicado: 06/04/2020 19:23  Atualizado: 06/04/2020 19:23
Participativo
Usuário desde: 22/03/2011
Localidade: São Paulo, Brasil
Mensagens: 17
 Re: Meu amor! Te abri janelas da minh’alma
Gostei. Um poema verdadeiramente profundo.