https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Resiliência

 
Tags:  vida    coragem    perseverança    Dor crónica  
 
Resiliência

Hoje, acordei partida
Mas, não estou derrotada
A lista de coisas que tenho de fazer
Está ainda por completar.

Antes que faças os teus julgamentos
Esquece o que estás a ver,
É do que os teus olhos são cegos de ver
Que a maior parte de mim é feita.

Tenho algo muito especial,
O meu coração é à prova de bala,
Nunca me trairá,
Quando o meu corpo desfalecer.

Poderá levar mais algum tempo,
Para que eu alcance os meus objectivos,
Tenho de trabalhar um pouco mais,
Para me manter a par do dia a dia,

Não receio esta condição
Já não estou zangada ou envergonhada,
Amanhã eu estarei de volta novamente,
Para derrubar estas pareces de dor.

Nunca desisto do dia de amanhã,
Nunca me hão-de ver ceder,
A prisão que ninguém compreende
Não me impedirá de ser livre.

Maria
Castro Verde, Janeiro 2019


Eureka

Esta é uma simples tradução, feita por mim,
do poema Resilience, publicado por Jen ( Jennifer)
no site "Spoonie Fibro Warrior" (um Grupo de Interajuda e Partilha) que todos os dias partilha conteúdos sobre a dor crónica e seus satélites de interferência na saúde de quem padece de Dor Crónica, de variadissímas pessoas. O site que teve a sua origem nos Estados Unidos da América do Norte / Huntsville, Alabama, foi criado por Julie Ryan em 2010. Nos dias de hoje, muitas são as pessoas, de muitos países do Mundo inteiro que participam neste site. O que se pretende, com a participação de todos, classe médica também, é conhecer melhor as possíveis abordagens para o seu tratamento e, não menos importante, identificar as possíveis causas. Todos podem participar no site.
 
Autor
Eureka
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1324
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
29 pontos
11
1
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 03/02/2019 14:07  Atualizado: 03/02/2019 14:07
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29159
 Re: Resiliência
Sai de dentro de uma alma aquele gritos, que se alcança o infinito, trazendo de si as verdadeiras coisas edificadas da vida, onde os sentidos os olhos em puros sentimentos se ativam, no entretanto de encontrar o verdadeiro aquilo no viver. Um poema que traduz aquele algo bem sentimental


Enviado por Tópico
Gyl
Publicado: 03/02/2019 15:45  Atualizado: 03/02/2019 15:45
Membro de honra
Usuário desde: 08/08/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 15125
 Re: Resiliência
Que as palavras ditas por você e pela Jennifer cheguem aos corações mais necessitados delas. Beijos, querida!


Enviado por Tópico
Upanhaca
Publicado: 04/02/2019 14:05  Atualizado: 04/02/2019 14:05
Colaborador
Usuário desde: 21/01/2015
Localidade: Sol Poente
Mensagens: 6330
 Re: Resiliência
O peso da idade não interfere nos afazeres da vida, quando se tem um coração de ferro, que nos aufere o poder da juventude, que aflora nossa pele. beijada por várias primaveras.

Belo poema! Adoro passar por aqui e embebedar-me com estas delícias.

Abraço!
upanhaca


Enviado por Tópico
nereida
Publicado: 04/02/2019 20:20  Atualizado: 04/02/2019 20:20
Colaborador
Usuário desde: 27/08/2017
Localidade: São Paulo
Mensagens: 1278
 Re: Resiliência
Que belo poema! Traduziste muito bem, sentimento a flor da pele.

Obrigada pela informação, pode ajudar bastante.

Bjs querida Eureka!


Enviado por Tópico
Joel-Matos
Publicado: 12/02/2019 12:36  Atualizado: 14/02/2019 12:19
Subscritor
Usuário desde: 24/02/2017
Localidade: Azeitão/Setúbal, Portugal
Mensagens: 1904
 Re: Resiliência








Tão alta a minha resiliência, que me entusiasmo até quando batem à porta da residência dizendo que tenho correio registado, :
-"por favor, é para assinar recebido" - J.S.